sexta-feira, 28 de abril de 2017

Diniz assina convênio para implantação da delegacia da Jucerja em Campos



O prefeito Rafael Diniz e o presidente da Junta Comercial do Estado do Rio de Janeiro (Jucerja), Luiz Paranhos, assinaram na manhã desta sexta-feira (28), o convênio para a implantação em Campos, da delegacia regional da Junta Comercial do Estado do Rio de Janeiro (Jucerja). A previsão é de que ainda neste semestre a Delegacia esteja funcionando na secretaria municipal de Fazenda. A reivindicação das classes empresarial e contábil era de mais de 15 anos. Participaram ainda da reunião representantes da Câmara de Diretores Lojistas de Campos (CDL), da Associação Comercial e Industrial de Campos (Acic), da Firjan, vereadores, secretários e profissionais da área contábil.  

— Este é um momento muito especial para a nossa cidade. Ainda quando era vereador sempre debati sobre esse assunto. Essa não é uma conquista do prefeito, mas sim, da população, da Câmara, da Jucerja e dos empresários e profissionais da área contábil. Apesar de termos encontrado uma cidade destruída, temos certeza de que juntos vamos trabalhar para resolver esse quadro – enfatizou o prefeito Rafael Diniz.      

Para o presidente da Jucerja, Luiz Paranhos Velloso, a conquista se deve principalmente à determinação do prefeito. “Fico feliz em participar deste momento especial. Há muitos anos as classes empresarial e contábil de Campos pediam a Jucerja. E isso só está acontecendo devido a vontade política, a determinação e a agilidade do prefeito Rafael Diniz de em tão pouco tempo vislumbrar essa demanda da categoria. Mesmo em um momento de dificuldade que o estado atravessa, ele vislumbra o futuro. Para colhermos temos que plantar”, destacou Paranhos.

Desde março, representantes da secretaria de Fazenda e da Codemca (Companhia de Desenvolvimento de Campos) mantêm contato com a Jucerja. Segundo o secretário de Fazenda, Leonardo Wigand, servidores do quadro efetivo da prefeitura vão passar por treinamento. “Estamos na fase de adaptação da estrutura física para a instalação da Jucerja. Na sequência, faremos o agendamento para o treinamento da equipe que vai compor a junta”, disse.

Com a instalação da Jucerja em Campos, empresários e contabilistas não vão mais ter que arcar com custos de deslocamento e gasto de tempo para se dirigirem às cidades vizinhas. A delegacia vai atender entidades de classe, como: Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Associação Comercial e Industrial de Campos (ACIC) e Conselho Regional de Contabilistas (CRC). Os processos eram encaminhados para o Rio de Janeiro e levavam até 15 dias para resposta. Com a Jucerja na cidade todos os processos vão passar a ser julgados no município.

Após assinatura do Convênio entre a prefeitura e a Jucerja, o prefeito Rafael Diniz e representantes do órgão seguirão para um almoço, onde maiores detalhes sobre a parceria serão definidos. 

Fonte: Secom-PMCG

Por: Daniela Nascimento - Foto: Rafael Peixoto - 28/04/2017 11:25:00

quarta-feira, 19 de abril de 2017

AgeRio apresenta perspectivas para empresariado campista

 


Em meio a crise financeira que atinge todo o Estado do Rio de Janeiro, a Associação Comercial e Industrial de Campos, Acic promoveu na manhã de hoje (19) um encontro para empresários de diversos segmentos da economia com o propósito de serem apresentados a AgeRio - agência de fomento e desenvolvimento do Estado do Rio de Janeiro que proporciona  linhas de investimento em diversos setores produtivos.
O presidente da Acic, José Luiz Lobo Escocard, considerou positivo o encontro tanto pela conteúdo como também pela participação da sociedade.
- Acredito que este encontro atendeu a nossa expectativa, uma vez que a frequência foi muito boa, uma vez que as classes representativas se fizeram presentes. Apesar do fato de alguns presentes compreenderem que o assunto não era especificamente para a indústria. Penso até que fosse para a agropecuária, mas isso faz parte dos questionamentos, e esperamos realizar outros encontros como esse oportunamente, disse Escocard.
O Analista de Desenvolvimento, Osmar José Ferreira dos Santos, também classificou o encontro como positivo.
- Achei bastante produtivo, porque havia um público bastante ávido em perguntar e entender o papel da AgeRio. Espero que este seja o primeiro momento para abrirmos as portas, e que possamos realizar outros eventos e fazer negócios para ajudar a região de Campos a crescer, gerar emprego e renda para o Estado, contou Osmar.
De acordo com a Gerente de Negócios da Regional de Negócios Interior Norte, Patrícia Dodsworth Penna, apesar do número crescente de bons projetos apresentados a AgeRio, a procura ainda é por capital de giro.
- Pelo fato da crise ter atingido todos, muitos empresários já gastaram recursos próprios e por isso muitas empresas vêm procurando investimentos com capital de giro. Mas nós temos sim, bons projetos em análise, tanto que já aprovamos inúmeros projetos entre o final do ano passado e o início deste ano, frisou Patrícia.
A Gerente Executiva esclareceu que a ideia não é esclarecer dúvidas, mas fazer uma apresentação inicial do que é a AgeRio.
- Para que aí sim, gere dúvidas no empresário local e nos representantes, para que eles nos procurem e possamos identificar a necessidade de cada um individualmente, concluiu Patrícia.
Patrícia acrescentou que a AgeRio possui parcerias com outras entidades entre as quais o Sebrae, a Firjan e as entidades de cada município fluminense.

Ascom ACIC
Assessor: Paulo de Almeida Ourives 
(Reg.: MTE nº 0036558/RJ)
Data: 19/04/2017

Foto: Ascom-Acic

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Acic promove encontro empresarial



A Associação Comercial e Industrial de Campos em parceria com a AgeRio, promoverão na próxima quarta-feira (19) o seminário “Desenvolvimento de Negócios Regionais – Oportunidades financeiras”. O evento será realizado às 9 horas da manhã no Auditório da Acic, no 16º andar do Edifício Ninho das Águias.
Para o presidente da Acic, José Luiz Lobo Escocard esta será uma grande oportunidade para que os empresários campistas recebam informações de como aproveitar o momento crítico da economia para criar oportunidades para os seus negócios.
- Esperamos que o empresariado e todos os representantes de diversos segmentos da nossa economia possam participar deste encontro que será muito proveitoso, a medida que abrirá os olhos dos empresários para novas oportunidades que estão surgindo com a crise econômica, disse o presidente.

A AgeRio é agência e sociedade de economia mista, vinculada à Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços do Estado do Rio de Janeiro e tem como objetivo estimular o desenvolvimento econômico do Estado do Rio de Janeiro, mantendo sempre a responsabilidade socioambiental e as boas práticas de governança.
Muitos dos recursos e repasses oferecidos pela AgeRio são oriundos de linhas de crédito do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), da Caixa Econômica Federal (FGTS) e da Financiadora de Estudos e Projetos – Finep, ou de fundos de fomento. Tais recursos são investidos em projetos de todos os portes, de micro à grandes empresas, que acabam contribuindo para a geração de emprego e renda, e para o aumento da qualidade de vida dos cidadãos fluminenses.

Ascom ACIC
Data: 17/04/2017

Foto: Ascom-Acic

sexta-feira, 7 de abril de 2017

Campistas pleiteiam homenagem a Nilo Peçanha

Presidente da Acic empenhado na homenagem
ao ex-presidente da República, Nilo Peçanha.
A sociedade civil organizada de Campos dos Goytacazes, norte do Estado do Rio de Janeiro, está viabilizando projetos para homenagear o ex-presidente da República, Nilo Procópio Peçanha, que é natural daquela cidade do norte-fluminense para outubro deste ano, quando será comemorado o Sesquicentenário de seu nascimento.
Para tanto, circula na Câmara dos Deputados o Projeto de Lei nº 2937/2015, de autoria do Deputado Federal Paulo Feijó, que procura modificar a Lei nº 10.292, de 27 de setembro de 2001, que denominou a Rodovia BR-101, no trecho fluminense com o nome do ex-senador paulista Mário Covas.
Nilo Peçanha
A Associação Comercial e Industrial de Campos, Acic; bem como o Rotary Clube Campos São Salvador e o Lions Clube de Campos tem envidado inúmeros esforços para prestar uma homenagem à altura dos serviços prestados por este estadista brasileiro, que entre outras coisas foi o criador da Escola de Aprendizes Artífices que, atualmente é conhecida como IFF – Instituto Federal Fluminense, e forma anualmente milhares de jovens com ensino técnico profissionalizante. Tal escola possui filiais em todas as capitais brasileiras e algumas cidades do interior do país, como por exemplo a de Campos dos Goytacazes/RJ.
Nilo criou também o Serviço de Proteção ao Índio, atual FUNAI, e como senador foi o responsável pela criação do serviço de ajuda comunitária as vítimas de guerra, na qual o Brasil é bem visto pela Cruz Vermelha Internacional e por organismos internacionais como a ONU – Organização das Nações Unidas, por sua ajuda humanitária em situações como por exemplo a do Haiti, recentemente.
Além da homenagem à denominação da BR-101, os campistas estão empenhados em trasladar os restos mortais de seu vulto histórico da cidade do Rio de Janeiro, para o cemitério existente no distrito de Morro do Côco, local de nascimento do ex-líder político.
Para o presidente da Associação Comercial e Industrial de Campos, José Luiz Lobo Escocard, a cidade está necessitando salvaguardar e recuperar ações como esta, que valorizam a sua história.
- Estamos aguardando o desdobramento e a aprovação da PL 2937/15, pela Câmara dos Deputados, para que nós campistas tenhamos o orgulho restabelecido, ante uma homenagem de tal envergadura em nossa região. Nilo Peçanha foi um grande estadista e é um exemplo a ser seguido por aqueles que procuram a política para prestar serviços à comunidade, esclareceu o presidente.

Ascom ACIC
Data: 07/04/2017

Foto: Ascom-Acic