sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Acic e entidades parabenizam Comando do 8º BPM por manter a segurança



O recente episódio do cerceamento do direito de trabalhar imposto pelas mulheres dos PMs capixabas aos seus maridos na segurança de milhares de cidadãos residentes na região da Grande Vitória, trouxe também preocupação a sociedade fluminense.
Entretanto, em reunião ocorrida nesta tarde, na 2ª Companhia do Exército, sediada em Campos dos Goytacazes, os representantes da Associação Comercial e Industrial de Campos, Acic, da Câmara dos Dirigentes Lojistas – CDL, Sindicato do Comércio Varejista e Clube dos Amigos da Rua João Pessoa e Adjacências – Carjopa, resolveram agradecer de público ao Comandante do 6º RISP, Tenente-Coronel Baracho e ao Comandante do 8º BPM, Tenente-Coronel Fabiano Santos Silva e toda a Corporação militar do mesmo Batalhão pela decisão de manter os policiais nas ruas para garantir a ordem e a segurança de milhares de cidadãos campistas, sanjoanenses e fidelenses.
As entidades representativas de classe compreendem que o Estado do Rio de Janeiro vem passando por uma grave crise financeira, e que o salário destes profissionais que zelam pela segurança e a ordem nas ruas da cidade ainda é ínfimo diante do grau de responsabilidade que cai sobre os vossos ombros.
O presidente da Associação Comercial e Industrial de Campos, Acic, José Luiz Lobo Escocard também se manifestou sobre os boatos que surgiram dando conta de uma possível paralisação da categoria policial militar.
- É lamentável que em um momento tão difícil e crítico para o nosso Estado, na área da segurança haja pessoas de má índole, que divulgam boatos sobre a greve dos militares. Mas felizmente nossos valorosos policiais militares são pessoas sensatas e sabem que apesar das dificuldades econômico-financeiras que passa o Estado e o salário defasado, a segurança é elemento primordial para a paz e a ordem em nosso Estado, afirmou Escocard.
O presidente do Conselho Comunitário de Segurança, Ivanildo Cordeiro, lembrou que apesar do salário defasado de ambas polícias capixaba e fluminense, as políticas de segurança de ambos estados são completamente distintas.
- Sabemos que os salários dos PMs estão muito aquém do que deveriam receber, mas devemos ter em mente que os nossos problemas de segurança no Estado do Rio de Janeiro, são completamente diferentes e ainda mais complexos do que os problemas que ocorreram na Grande Vitória. Uma paralisação dos PMs no Estado do Rio, teria efeitos ainda mais catastróficos, disse Cordeiro.
Ambos presidentes da Acic e do Conselho Comunitário de Segurança, foram enfáticos em elogiar a postura do Comando da PM em nossa região por não aderir a um movimento de greve, mas de negociar com o Estado e continuar a trabalhar para manter a paz e a segurança na nossa região.
- Devemos salientar o trabalho que a PM de nossa região, Campos e Itaperuna vem fazendo para manter a paz, a segurança e a ordem, evitando e filtrando problemas que possam advir do solo capixaba, concluiu Cordeiro.

Ascom ACIC
Data: 10/02/2017

Foto: Ascom-Acic

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Comerciantes se reúnem com concessionária de energia na Acic

 


Uma comitiva composta de comerciantes e representantes de entidades da classe comercial estiveram reunidas na manhã de hoje na Associação Comercial e Industrial de Campos, Acic. O objetivo foi ouvir as explanações dos técnicos da ENEL – concessionária de energia elétrica no Estado do Rio de Janeiro, sobre os constantes piques de energia elétrica que tanto prejuízo vem causando ao comércio local.
Os técnicos expuseram os motivos que causam tantas oscilações de energia, bem como mostraram que a mudança efetuada entre as concessionárias (Ampla x Enel) ainda está em andamento e que a empresa tem efetuado investimentos para sanar tantos problemas.
Segundo o presidente da Acic, José Luiz Lobo Escocard o encontro foi produtivo, uma vez que esclarece alguns pontos problemáticos do serviço de abastecimento de energia na cidade.
- Realmente o encontro foi produtivo, uma vez que é a primeira vez que um grupo de técnicos veio conversar com os comerciantes e expor os motivos que causam tanta dor de cabeça para nós empresários, que são as oscilações de energia, disse Escocard.
Outro ponto positivo do encontro foi o estreitamento dos laços entre as entidades representativas da classe comercial e a ENEL, uma vez que agora os empresários passam a ter um contato direto com os técnicos evitando alguns dissabores, como a falta de contato e comunicação entre as partes.
A ENEL esteve representada por Cláudia Guimarães (Relações Institucionais), Rodrigo Rangel (Executivo de Atendimento), Nelson Assumpção (Responsável por Grandes Clientes), Frederico Saad (Responsável pela manutenção do Pólo Norte), Alexsandro Bastos (Especialista de Engenharia) e Jorjan Barros (Responsável Operacional).
Além do presidente da Acic, José Luiz Lobo Escocard, estiveram presentes a este encontro os diretores, Gerson de Souza Gomes (Financeiro), Thieres Rodrigues (Jurídico) e Fauze Cherene Jassus (Turismo e Serviços), e ainda, Luis Mário Concebida (representando a FIRJAN) e Roberto Viana (representando o Sindicato do Comércio Varejista).

Ascom ACIC
Data: 09/02/2017

Foto: Ascom-Acic

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Acic receberá diretores da Enel

Eles vem atender uma demanda sobre oscilação de energia elétrica



Uma comitiva de diretores e técnicos da ENEL visitará a Associação Comercial e Industrial de Campos, Acic, na manhã desta quinta-feira, às 10 horas. A visita vem de encontro a um ofício enviado à empresa pela Acic em 01/12/2016, reclamando das constantes oscilações de energia elétrica na cidade, que causam enormes prejuízos ao comércio local.
O presidente da Acic, José Luiz Lobo Escocard espera contar ainda com a presença de representantes da Câmara dos Dirigentes Lojistas – CDL, da Carjopa e do Sindicato do Comércio Varejista de Campos e da imprensa.

Ascom ACIC
Data: 08/02/2017

Foto: Ascom-Acic

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Acic viabiliza parcerias para criar Universidade do Comércio



Preocupado com o crescente fechamento de empresas comerciais em Campos dos Goytacazes, a Associação Comercial e Industrial de Campos, Acic, está viabilizando a criação da Universidade do Comércio. De acordo com o presidente da Acic, José Luiz Lobo Escocard, o objetivo desta universidade é mostrar para o empresário que somente com uma equipe de vendas capacitada, as empresas poderão reverter o volume baixo de vendas.
- Estamos viabilizando a criação desta Universidade que terá como objetivo informar, capacitar e treinar empresários e funcionários para que estes possam melhorar a qualidade de seu atendimento, e aumentar o volume vendas, afirmou o presidente da Acic, José Luiz Lobo Escocard.
Escocard acrescentou que a parceria está sendo efetuada com o SEBRAE-RJ, e outras empresas do ramo educacional e técnico, que irão ministrar cursos técnicos profissionalizantes com o intuito de aumentar o grau de informações dos comerciários.

Ascom ACIC
Data: 03/02/2017

Foto: Ascom-Acic