sexta-feira, 27 de maio de 2016

Questões tributárias e de orçamento não agradam diretores da Acic



Em tempos de crise econômica e ajuste financeiro na economia nas três esferas do poder executivo, e no legislativo estadual e municipal, os impostos tem causado enorme dor de cabeça para os empresários. Os comerciantes campistas tem enfrentado uma dura batalha para conseguir dialogar com a municipalidade, seja no âmbito executivo e no legislativo, tudo porque ambos os poderes estão criando dificuldades para negociar o Código Tributário Municipal e a LDO – Lei de Diretrizes Orçamentárias, respectivamente.
O presidente da Associação Comercial e Industrial de Campos, Acic, Amaro Ribeiro Gomes, defendeu os interesses da classe comercial, industrial e de serviços de Campos.
- Estamos vivendo uma verdadeira via crucis para fazer a municipalidade entender que, o aumento da carga tributária municipal não traz benefício nenhum tanto, para os empresários e comerciantes, quanto para o município. Porque se o município mantiver o que foi exposto no Código Tributário, muitas outras empresas correm o risco de fechar suas portas. Se fecharem, o município deixará de arrecadar mais, afirmou Amaro.
Desde que o Código Tributário Municipal foi aprovado na Câmara Municipal, às entidades representativas de classe como a Associação Comercial e Industrial de Campos, Acic; Câmara dos Dirigentes Lojistas, CDL; Sindicato do Comércio Varejista e os Comerciantes Amigos da Rua João Pessoa, Carjopa, tem tentado negociar alguns pontos do Código Tributário com a municipalidade, mas não estão obtendo êxito.
Na semana passada, o presidente do Conselho Deliberativo e o 1º Secretário da Acic, Fernando Loureiro e Rodolpho Jordão, respectivamente, tentaram participar da Audiência Pública, realizada na Câmara Municipal, para debater a LDO – Lei de Diretrizes Orçamentárias, mas encontraram obstáculos diante das exigências impostas pela Câmara.
- Houve má vontade e desejo de dialogar com a sociedade civil, desabafou Amaro.
Estado – Outra questão que tem sido debatida nas reuniões da Acic é quanto à aplicabilidade da Lei nº 7.176/15, relativa ao Código Tributário Estadual que institui a taxa única de serviços tributários a ser cobrada trimestralmente.

Ascom ACIC
Data: 27/05/2016
Foto: Divulgação


sexta-feira, 20 de maio de 2016

Acic e Rotary aguardam aprovação de projeto que homenageia Nilo Peçanha



O voto de aprovação do relator da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania da Câmara dos Deputados, Deputado Federal Otávio Leite (PSDB-RJ), ao PL 2937/2015, de autoria do Deputado Federal Paulo Feijó (PP-RJ), foi recebido com euforia pela diretoria da Associação Comercial e Industrial de Campos, pelos membros do Rotary Clube de Campos São Salvador, Distrito 4750, e pelos moradores de Morro do Côco.
Desde o ano passado, que a Acic e o Rotary tem se empenhado em ver tal projeto ser aprovado, uma vez que, muitos campistas sentiram-se incomodados com o fato de ver o nome do senador paulista Mário Covas como nome oficial da Rodovia BR-101 que atravessa o País e corta a cidade de Campos, passando por Morro do Côco, berço natal do primeiro campista que alcançou a Presidência da República.
- Para nós da Acic e meus companheiros do Rotary, é uma satisfação saber que o projeto teve voto favorável do relator da Câmara. Não vemos a hora de ver consubstanciado esse projeto para fazer uma grande homenagem a este vulto histórico de Campos, afirmou Amaro.
Dep. Paulo Feijó, recebeu solicitação do Rotary C São Salvador
O PL 2937/2015, é de autoria do deputado federal Paulo Feijó, e já passou pelas comissões de Viação e Transportes, e Cultura da Câmara dos Deputados. De acordo com a tramitação dos projetos de lei, o PL precisa ser aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados. Ao ser aprovado na Câmara, o PL será levado ao Senado para que também receba aprovação e seja sancionado pelo presidente da República e publicado no Diário Oficial da União. Mas somente depois de sua publicação no DOU é que se consubstanciará a vitória de uma luta dos campistas.
Histórico – O Projeto de Lei 2937/15, é uma reivindicação justa dos campistas ao maior vulto histórico desta cidade e, que, após uma longa luta contra o preconceito racial conseguiu alcançar o posto de Presidente da República. Posteriormente Nilo Peçanha, foi eleito Presidente do Estado do Rio de Janeiro e Senador.
Após a aprovação na Comissão de Viação e Transportes que foi presidida pela Deputada Federal, Clarissa Garotinho, o PL passou pela Comissão de Cultura. Ao aguardar o voto do Relator na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania, o PL ficou parado aguardando passar a turbulência do momento crítico vivido pelo país diante do impeachment da presidente Dilma Roussef e, também, da eleição das Comissões Permanentes da Câmara dos Deputados - fato que aconteceu no início deste mês.
Assim que foram designados e nomeados os novos presidentes das Comissões Permanentes da Câmara dos Deputados, a Acic voltou a enviar ofícios aos presidentes da CCJC, Deputado Federal Osmar Serraglio (PMDB-PR), e ao relator do PL 2937/15, Deputado Federal Otávio Leite (PSDB-RJ).
- Nossa assessoria está acompanhando a tramitação deste projeto e têm informado aos companheiros rotarianos e à comunidade de Morro do Côco, sobre o andamento de tal projeto. Espero que ele seja aprovado o mais rápido possível para que toda a comunidade campista possa comemorar esta vitória que é de todos nós, concluiu Amaro.

Ascom ACIC
Data: 20/05/2016

Foto: Divulgação

quarta-feira, 18 de maio de 2016

Notícia sobre reforço do policiamento agrada diretoria da Acic e do Conselho Comunitário de Segurança

Audiência Pública sobre Segurança, foi realizada em janeiro deste ano.

A notícia do reforço do policiamento em Guarus, anunciada pelo Secretário de Segurança Pública, José Mariano Beltrame agradou ao presidente da Associação Comercial e Industrial de Campos, Acic, e do Conselho Comunitário de Segurança, CCS-8 – órgão diretamente ligado a Secretaria de Segurança Pública -, Amaro Ribeiro Gomes. Na nota - veiculada no jornal Folha da Manhã, desta quarta-feira, 18 de maio -, o secretário informou que Guarus contará com a implementação de um novo modelo de companhia destacada.
- Ficamos felizes com essa notícia uma vez que o aumento do efetivo irá proporcionar aos comerciantes e moradores tanto de Guarus como do Centro, mais segurança policial, ressaltou Amaro.
O sentimento do dever cumprido foi compartilhado por todos os diretores da Associação Comercial, uma vez que, no início do mês de janeiro, a Acic havia realizado uma Audiência Pública sobre segurança, e abordou o problema dos índices de violência registrados em Guarus, os constantes arrombamentos nas lojas comerciais do centro da cidade, e a luta pela permanência do 56º Batalhão de Infantaria, em Campos.
Em reuniões do Conselho Comunitário de Segurança, a questão dos índices e registros de violência em Guarus também foi amplamente debatido e cobranças foram efetuadas ao Comandante do 8º BPM no sentido de atuar com mais rigor no policiamento ostensivo e preventivo nas duas regiões, Centro e Guarus.

Índices de violência sempre foram debatidos nas
reuniões do Conselho Comunitário de Segurança.
Sobre os índices de violência crescentes na cidade, a Associação Comercial e Industrial de Campos, chegou a enviar ofícios ao Governo do Estado, ao Secretário de Segurança e aos deputados estaduais solicitando a implantação de um Quartel da PM em Guarus, uma vez que esta região da cidade vem tendo uma demanda crescente por conta do excessivo número de registros policiais.
- O aumento do efetivo em nossa cidade, é de certa forma, uma solução paliativa. Mesmo assim, isso fará com que o policiamento e a vigilância da PM sejam executadas de forma mais eficiente, e queremos crer que essas ações diminuam os índices de violência, em nossa cidade, concluiu Amaro.

Ascom ACIC
Data:18/05/2016

Foto: Divulgação

sexta-feira, 6 de maio de 2016

Homenagem à Nilo Peçanha aguardada com expectativa pela Acic, Rotary e por moradores de Morro do Côco

  
Expectativa pela aprovação do PL nº 2937/15 em Campos.


A nova formação da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados foi aguardada com expectativa e ansiedade pela comunidade campista notadamente pela diretoria da Associação Comercial e Industrial de Campos, Acic, pelo Rotary Clube Campos São Salvador e por moradores do distrito de Morro do Côco. Uma vez que esta era a última Comissão daquela Casa de Leis a votar e aprovar o Projeto de Lei nº 2937/2015, que altera a denominação da Rodovia BR-101 no trecho fluminense que homenageia o campista Nilo Peçanha.
Desde que o PL nº 2937/15 passou pelas duas comissões anteriores (Viação e Transportes, e Cultura), a ansiedade foi crescendo, pois os moradores de Morro do Côco desejam fazer uma homenagem à altura de seu filho mais ilustre.
O presidente da Acic, Amaro Ribeiro Gomes, afirmou que a expectativa é grande, tendo em vista que a denominação e homenagem ao senador paulista Mário Covas incomodava aos campistas.
- Vimos com muita satisfação a nova composição da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados, pelo fato dela ser uma das mais importantes daquela Casa e também por causa da PL nº 2937/15, que está em vias de ser aprovado e que homenageia o campista Nilo Peçanha, afirmou Amaro.
Na tarde de ontem (5 de maio), a Comissão nomeou como Relator do Projeto de Lei o deputado fluminense Otávio Leite (PSDB-RJ), e isto foi motivo de satisfação uma vez que somente um fluminense poderia compreender e alcançar o grau de importância que tal projeto possui para os campistas.
- É uma satisfação muito grande saber que o Relator do Projeto é um deputado fluminense. Certamente ele compreenderá as razões de nossa solicitação e esperamos que nos atenda favoravelmente, disse Amaro.
O presidente da Comissão de Constituição e Justiça, Deputado Federal Osmar Serraglio (PMDB-PR), foi eleito na última terça-feira (3) e a nomeação do Relator, Deputado Federal Otávio Leite, ocorreu na tarde de ontem (5), após alguns meses de paralisação das atividades da Comissão e também pelo intenso movimento ocorrido na Câmara dos Deputados por conta da votação do impeachment da presidente Dilma Roussef.

Ascom ACIC
Data: 06/05/2016

Foto: Divulgação

quinta-feira, 5 de maio de 2016

A Acic e a certeza do dever cumprido na Uenf




A notícia de que o Projeto de Lei nº 1551/2016 está para ser votado na Assembléia Legislativa, Alerj, e propõe a compensação de contas entre a concessionária de energia elétrica Ampla e o Governo do Estado do Rio de Janeiro, deixou a direção da Associação Comercial e Industrial de Campos, Acic, com a certeza de ter cumprido o seu papel como entidade representativa não apenas da classe comercial, industrial e de serviços, mas também dos interesses da comunidade campista.
A diretoria da Associação Comercial e Industrial de Campos, Acic, através de seu presidente, Amaro Ribeiro Gomes, elogiou e agradece ao empenho dos deputados estaduais que compõem a Comissão de Educação da Alerj, por ter tomado uma medida paliativa para minimizar os problemas da Uenf.
- Ficamos satisfeitos de saber que a Alerj através da Comissão de Educação e do Deputado Comte Bittencourt irá utilizar parte do Fundo Especial da Alerj para minimizar os problemas financeiros da Uenf. Esperamos que os deputados criem projetos que façam com que a universidade tenha recursos próprios e não dependa financeiramente apenas do Estado. Mas que as empresas também possam colaborar tendo uma contrapartida com a redução de impostos, afirmou Amaro.

Desde que o reitor da Universidade Estadual do Norte Fluminense, Luiz Passoni, professores, funcionários, e alunos iniciaram ampla campanha para divulgar as dificuldades financeiras vividas pela universidade, a Acic resolveu agir de imediato e enviou ofícios ao Governador do Estado, Luiz Fernando Pezão, ao vice-Governador Francisco Dorneles, ao presidente da Assembléia Legislativa do Estado do Rio, Jorge Picciani e demais deputados estaduais. No ofício, a Acic solicitava empenho de todas as autoridades citadas no sentido de minimizar os problemas enfrentados pela Uenf notadamente o risco de corte de energia elétrica e de fornecimento de água.
A Acic procurou sensibilizar as autoridades elencando a importância que a Uenf tem para com a sociedade campista assim como para a região norte e noroeste fluminense, uma vez que seu corpo discente é oriundo dessa enorme região do Estado do Rio de Janeiro.
O presidente da Acic, Amaro Ribeiro Gomes, elencou aspectos das ações da entidade ao apoiar e buscar soluções para os problemas enfrentados por aquela instituição de ensino universitária.
- Quando soubemos dos problemas que a Uenf estava enfrentando e, do risco iminente que ela corria, com a paralisação e fim de muitos projetos realizados por seus alunos, sentimos que era ora de abraçarmos a causa da Uenf e colaborar para que ela pudesse contornar tal situação. Por isso enviamos ofícios ao Governo do Estado e a Alerj, nos dias 23 de março e 4 de abril, solicitando providências do Estado, informou Amaro.
Devemos lembrar que somente após algumas semanas em que o assunto começou a ser abordado pela imprensa é que outras entidades também abraçaram a causa, como por exemplo no dia 15 de abril em uma reunião na CDL e, até o último dia 02 de maio, quando houve uma Audiência Pública realizada pela Comissão de Educação, na Uenf para tratar do assunto.
O Diretor de Comunicação da Acic, Ivanildo Cordeiro, também lembrou que ambas instituições possuem uma longa relação institucional.
- Devemos lembrar que a Acic e a Uenf possuem uma relação institucional muito longa, graças ao nosso eterno presidente do centenário Adailto Alves Rangel, que foi indicado para assessorar antigos gestores da Fenorte quando da implantação da Uenf em nossa cidade. Desde então, a Acic sempre se preocupou com os destinos não apenas da Uenf, mas também de outras entidades e instituições nas quais a Acic deu sua parcela de contribuição e apoio, reiterou Cordeiro.
O presidente, Amaro Ribeiro Gomes lembrou que a Acic não é apenas uma entidade de classe limitada aos interesses dos empresários dos ramos comercial e industrial, mas também da comunidade, graças a visão empreendedora e desenvolvimentista do ex-presidente Adailto Alves Rangel.
- Sinto-me emocionado ao lembrar do nosso eterno ex-presidente, Adailto Alves Rangel, pois foi graças à sua visão e preocupação com o desenvolvimento de nossa cidade e região, é que a Acic, vem defendendo os interesses da comunidade campista, concluiu.

Ascom ACIC
Data: 05/05/2016

Foto: Divulgação

terça-feira, 3 de maio de 2016

Sessão em homenagem a quem se destacou nas ciências contábeis, petróleo, gás e energia



Na manhã desta terça-feira (03), a Câmara de Vereadores de Campos realizou sessão para entrega de comendas. Foram entregues a Ordem do Mérito Antônio Nascimento Ferreira e a Ordem do Mérito Renato Barbosa. A primeira é conferida exclusivamente aos profissionais das ciências contábeis, de naturalidade ou cidadania campista. A outra é conferida através do reconhecimento notório dos feitos e trabalhos realizados nas áreas de petróleo gás e tecnologia.
“A Câmara hoje realiza uma de suas atribuições que é homenagear importantes profissionais de nossa cidade. E, representando a população, vamos homenagear e agradecer a todos os profissionais contábeis com trabalhos reconhecidos em nosso município, bem como na área do petróleo, gas e energia”, explicou o presidente da Câmara, Edson Batista.
Foram homenageados com a Ordem do Mérito Antônio Nascimento Ferreira: Rodrigo Resende Ramos, projeto do vereador José Carlos Monteiro; Antônio César Pinheiro de Queiroz, projeto da Mesa Executiva; Urobson Pereira Gomes, projeto do vereador Abdu Neme; e José Ornis Rosa, projeto do presidente do Legislativo, Edson Batista.
José Ornis também foi homenageado pelo Sindicato dos Contabilistas do Município do Rio de Janeiro (Sindicont-Rio), através de sua presidente Lygia Maria Vieira Sampaio. Em seu discurso, Ornis agradeceu a todos pela homenagem e lembrou que os contabilistas reivindicam uma reforma tributária. “Agradeço pela honra de estar aqui e lembro que tivemos várias reformas neste país, mas ainda precisamos de uma reforma tributária”.
Ao final o vereador José Carlos Monteiro entregou a Ordem do Mérito Renato Barbosa ao senhor Aldo Sardinha da Cunha Júnior.

*Fonte: Ascom Câmara Campos

segunda-feira, 2 de maio de 2016

Diretor da Acic recebe homenagem e condecoração



Pelos relevantes serviços prestados à comunidade campista no que se refere a escrituração contábil o 2º Vice-presidente da Associação Comercial e Industrial de Campos, Acic, Antônio César Pinheiro Queiroz será homenageado pela Câmara Municipal de Campos.
Ele receberá a Comenda da Ordem do Mérito Antônio Nascimento Ferreira conferida aos profissionais da Ciência Contábil de nossa cidade.
A solenidade será realizada amanhã, pela manhã, às 10 horas na Câmara Municipal de Campos. Todos os diretores da Acic estão convidados para prestigiar esta homenagem ao companheiro.

Ascom ACIC
Data: 02/05/2016

Foto: Divulgação