quinta-feira, 30 de julho de 2015

Acic e Rotary pleiteam homenagem à Nilo Peçanha

Em solenidade festiva na noite de terça-feira (28), o presidente do Rotary Clube Campos São Salvador, Zenilson Coutinho entregou ao Deputado Federal Paulo Feijó (PR) projeto solicitando que a Rodovia BR-101 na parte que corta o Estado do Rio de Janeiro, tenha a denominação de Rodovia Nilo Peçanha, em homenagem ao campista que foi presidente da República e do Estado do Rio de Janeiro.
O deputado federal asseverou que irá envidar todos os esforços na Câmara dos Deputados para incluir esta solicitação no PL nº 4.194/2001, de autoria de um deputado federal capixaba.
- Temos de reconhecer e valorizar as pessoas que se dedicaram e prestaram serviços e deixaram seu nome para a história, como é o caso de Nilo Peçanha. Vou intermediar este projeto do Rotary, trabalhar nas questões regimentais da Câmara dos Deputados para viabilizarmos esta homenagem para que a Rodovia BR-101, tenha o nome de Nilo Peçanha no trecho compreendido entre a Ponte Rio-Niterói e a divisa de Campos dos Goytacazes com o estado do Espírito Santo – declarou o deputado.
O presidente do Rotary Club Campos São Salvador, Zenilson Coutinho, reafirmou o fato de que Nilo Peçanha prestou relevantes serviços à Nação como a criação das Escolas Técnicas no Brasil; criação do Serviço de Proteção ao Índio, criação do Ministério da Agricultura etc.
O projeto em epígrafe conta ainda com o apoio da Associação Comercial e Industrial de Campos, Acic, cujo presidente Amaro Ribeiro Gomes, abraçou a causa no último dia 08 de julho, ao receber o Governador do Rotary Clube - Distrito 4750, Américo Xavier Maia Neto.

- A Acic abraça de corpo e alma a idéia de homenagear Nilo Peçanha em solo fluminense – concluiu. 

Estacionamento rotativo é tema de reunião entre entidades de classe e Codemca


Na última segunda-feira (27) o diretor jurídico e econômico da Associação Comercial e Industrial de Campos - Acic, Thieres Rodrigues Filho esteve presente à sede da Câmara dos Dirigentes Lojistas – CDL Campos, para participar do debate sobre a implantação do estacionamento rotativo no centro da cidade. Além do diretor da Acic, os presidentes da CDL-Campos, Norival Manhães e da Carjopa, Eduardo Chacur ouviram preleção do presidente da Companhia de Desenvolvimento Municipal – Codemca, Wainer Teixeira de Castro que discorreu sobre o tema mostrando os benefícios que o novo sistema terá sobre o problema crônico que o comércio enfrenta de falta de vagas de estacionamento no centro da cidade.
De acordo com Wainer Teixeira de Castro, o novo modelo irá permitir agilidade nas operações de controle e fiscalização dos estacionamentos em áreas públicas com a promoção da rotatividade no uso das vagas existentes. Democratizará o estacionamento público em diversos setores da cidade com o emprego e a utilização de parquímetros e câmeras de monitoramento, assim como incentivar a criação de novos estacionamentos de cancela em terrenos e edifícios garagens pela iniciativa privada.
- Serão criadas novas áreas de estacionamento rotativo, que vão funcionar sob a concessão de empresas que vencerem a licitação. O controle será informatizado. O parquímetro permitirá que o motorista pague com cartão, moedas ou via online e uma das áreas públicas que vão receber o novo ordenamento será o Cais da Lapa – ressaltou Castro.
As medidas estão previstas no anteprojeto apresentado na Câmara de Dirigentes Lojistas - CDL Campos. Serão licitadas 3.600 vagas, sendo 2172 na primeira fase, e 1449 na segunda fase. As vagas serão divididas em áreas, A Zona Azul compreende um total de 1756 vagas, e 1.416 vagas serão disponibilizadas na Zona Verde.
Os representantes das entidades civis classistas foram unânimes em aprovar a iniciativa e ainda deram sugestões para a melhoria do fluxo de veículos no centro.

A reunião contou ainda com a presença do Secretário de Desenvolvimento Econômico, Orlando Portugal; do Superintendente de Postura, Fabiano de Araújo Mariano e do Comandante Geral da Guarda Civil Municipal Wellington de Souza Levino. 

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Venha fazer parte do Clube do Associado Acic



Você pessoa física ou jurídica que é associado da Associação Comercial e Industrial de Campos – Acic. Instituição centenária que zela pelo desenvolvimento comercial e industrial de Campos dos Goytacazes, não pode perder a oportunidade de adquirir o cartão do Clube do Associado.
O cartão do Clube do Associado foi criado para que todos os associados possam desfrutar de inúmeros benefícios, tais como descontos especiais em estabelecimentos comerciais associados à ACIC, que vão desde cursos de língua estrangeira, laboratórios de análises clínicas, institutos de ensino técnico e profissionalizante; lojas de roupas, tecidos e acessórios; academias de ginástica; concessionárias de veículos; planos de saúde e odontológicos; além de outros serviços profissionais como descontos no pagamento de tributos junto à instituições parceiras da Acic, como Jucerja, Serasa e obtenção do Registro de Certificado Digital.
Para adquirir o cartão do Clube do Associado e desfrutar de descontos nos diversos estabelecimentos comerciais de Campos, basta manter em dia as suas mensalidades. Traga uma foto 3x4 e solicite o seu Cartão do Clube do Associado!

Maiores informações podem ser obtidas na Associação Comercial e Industrial de Campos, localizada no Edifício Ninho das Águias, 41/16º andar, Praça do Santíssimo Salvador, Centro ou pelo telefone: (22) 2723-5174. 

quinta-feira, 16 de julho de 2015

Abandono da RJ-194 e RJ-196 preocupa presidente da ACIC


Preocupado com a falta de manutenção na rodovia RJ-194 e RJ-196, estrada que liga Campos dos Goytacazes à Gargaú em São Francisco do Itabapoana, o presidente da Associação Comercial e Industrial de Campos, Amaro Ribeiro Gomes, informa que o estado da rodovia é precário e tem causado inúmeros prejuízos aos produtores de leite da região.
- A estrada está totalmente esburacada e isso fez com que os produtores deixassem de enviar entre 25 e 30 mil litros de leite por dia para a Cooperleite, em Campos – afirma Gomes.
O presidente acrescenta que a estrada poderia ser mais bem cuidada pelo Departamento de Estrada de Rodagem - DER, uma vez que tal via poderia ser explorada como estrada turística.
- Pelo cenário natural, a estrada poderia ser explorada no aspecto turístico, mas os produtores da região me informaram que há muito tempo, o DER não faz manutenção no local, e quando passa a máquina, em pouco tempo ela volta a ficar cheia de buracos, tornando inviável o escoamento da produção leiteira e agrícola, para outros centros – esclarece o presidente.

ASCOM ACIC
Data: 10/07/2015

Foto: Divulgação

Acic apoia e torce para que o Americano volte à elite do Carioca

Diante do momento crítico que o Brasil passa, com uma crise econômica que está apenas começando, o presidente da Associação Comercial e Industrial de Campos – Acic, Amaro Ribeiro Gomes abraça a causa do Americano Futebol Clube e conclama a torcida campista para torcer pelo alvi-negro de Parque Tamandaré.
- Não se trata de uma visão desportiva, mas uma visão turística e econômica. A vitória do Americano representará incremento para a economia e o turismo em Campos. Uma vez que, os torcedores vindos do Rio de Janeiro terão a oportunidade de dispender recursos com alimentação em restaurantes, bares e lanchonetes, postos de combustível e hotéis – esclarece o presidente.
Antenado com os problemas que envolvem a economia citadina, Gomes vê com bons olhos a subida do Americano para a elite do Campeonato Carioca.
- Todos estes recursos deixados aqui geram impostos que, no futuro, podem ser aplicados pelo município ou, pelo estado em benefícios para a população – afirma o presidente.

ASCOM ACIC
Data: 08/07/2015

Foto: Divulgação

Acic apoia causa do Rotary Clube de prestigiar Nilo Peçanha

Da esquerda para a direita – Maurício Martins, Ricardo Cabral,
presidente Amaro Ribeiro Gomes e o governador do Rotary Club – Distrito 4750, Américo Maia.
O presidente da Associação Comercial e Industrial de Campos – Acic, Amaro Ribeiro Gomes, recebeu na manhã desta quarta-feira (08) o governador distrital do Rotary Club – Distrito 4750, Américo Xavier Maia Neto. Na pauta da reunião, o governador apresentou um projeto que prestigia o campista e ex-presidente da República e do Estado do Rio de Janeiro, Nilo Procópio Peçanha, como nome para batizar a Rodovia BR-101 que corta a cidade de Campos dos Goytacazes. Este projeto criado pelo Rotary Clube – Distrito 4750 contraria disposição do PL 4194/2001, que sugeria batizar a BR-101 com o nome do ex-governador de São Paulo, Mário Covas.
- Não vejo motivo para que a nossa Rodovia BR-101 tenha o nome de Mário Covas. Ele foi governador de São Paulo, que façam homenagem para ele, lá em São Paulo. Porque a ideia de homenagear Nilo Peçanha, a Acic abraça de corpo e alma – esclarece Gomes.
O Governador do Rotary, Américo Maia, é enfático ao afirmar que Campos dos Goytacazes e o Estado do Rio de Janeiro, devem muito ao ex-presidente, pelos relevantes serviços prestados por Nilo Peçanha à terra goitacá e fluminense.
- Eu considero Mário Covas um excelente governador em São Paulo, é um nome de expressão nacional, como senador brasileiro, mas nós temos de prestigiar a prata da casa, e Nilo Peçanha é campista e fluminense. Vamos substituir sim, porque nada mais justo do que prestigiarmos Nilo Peçanha que sempre ajudou o interior do Estado do Rio de Janeiro – acrescenta o governador.

Nilo Peçanha
ASCOM ACIC
Data: 08/07/2015

Foto: Divulgação

Acic prestigia posse de nova diretoria do Sincca


O presidente da Associação Comercial e Industrial de Campos – Acic, Amaro Ribeiro Gomes estará prestigiando a posse do conselho diretor do Sindicato dos Contabilistas de Campos dos Goytacazes – Sincca.
A posse da nova diretoria que irá comandar a entidade no biênio 2015/2017, será realizada hoje, às 19 horas, nas dependências do auditório da FIRJAN em nossa cidade.

ASCOM ACIC
Data: 06/07/2015
Foto: Divulgação

ACIC sugere modificação em Portaria que cria o substitutivo tributário



Tendo em vista a Lei Municipal nº 8.617 de 30 de janeiro de 2005, regulamentada pela Portaria de nº 02/2015, publicada no Diário Oficial de 23 de março deste ano, que cria o substitutivo tributário. O presidente da Associação Comercial e Industrial de Campos – ACIC, Amaro Ribeiro Gomes, enviou e protocolou no Gabinete da Prefeita Rosinha Garotinho o Ofício nº 006/2015, no dia 10 de junho deste ano, solicitando que a prefeita prorrogue para o dia 10 de cada mês, o pagamento do ISS.
O motivo alegado pelo presidente da ACIC, é que ao estabelecer o dia 10 como data limite para o pagamento do tributo municipal esta data irá facilitar ao sistema contábil das empresas simplificar sua operação e ao mesmo tempo diferenciar o pagamento do tributo municipal dos pesados encargos como folha de pagamento e outros os quais as empresas estão sujeitas.
- A elasticidade desse prazo do dia 5 para o dia 10, é para dar mais chance ao comerciante e empresário de folgar seu caixa, porque tudo vence logo no começo do mês – afirma o presidente.
A ACIC como entidade representativa dos interesses da classe empresarial comercial, industrial e de serviços de Campos dos Goytacazes entende que os comerciantes normalmente fazem pedidos de compra ao final de um mês. Porque sabem que, quando a mercadoria chega, ele terá prazo de 30 dias para quitar àquele compromisso e isso coincide com o final do mês subsequente.
- Essa margem de mais cinco dias propiciará ao empresário a oportunidade de fazer mais um pouco de caixa para que possa sanar seus compromissos aos quais ele esteja em débito, porque todos os outros compromissos vencem no final do mês – esclareceu o presidente.

ASCOM ACIC
Data: 22/06/2015

Foto: Divulgação

Interrupção de energia gera protesto por parte da Acic

A queda de uma fase de energia ocorrida na avenida Pelinca na última quinta-feira (18), que prejudicou centenas de comerciantes daquele importante corredor comercial de Campos por longas horas. Além do ocorrido na área central, na sexta-feira (19) quando diversas ruas do centro ficaram sem o fornecimento de energia elétrica, como o Jardim São Benedito, onde estão localizadas diversas clínicas médicas, além das ruas dos Goitacazes, Edmundo Chagas, Gilberto Siqueira, Ipiranga entre outras ruas adjacentes por quase uma hora, sem que houvesse um motivo justificado para que ocorresse a interrupção de energia por tão longo tempo, preocupa o presidente da Associação Comercial e Industrial de Campos - Acic, Amaro Ribeiro Gomes, que manifesta sua insatisfação com a concessionária.
- A Acic possui um bom relacionamento com a Ampla, mas isso não nos impede de cobrar a melhoria do serviço prestado por ela. Porque a empresa é uma parceira da Acic, mas em face destes problemas, de falta de energia na Pelinca e na área central, isto gera desconforto e prejuízos para o comércio, e por isto nós iremos cobrar como já cobramos em outra oportunidade – afirma o presidente.
O presidente da Acic lembra que recentemente a cidade se viu as voltas com um dilema, a de que toda segunda-feira havia interrupção de energia elétrica no centro da cidade. Além disso, no dia 23 de abril (quinta-feira), havia sido agendado em nosso auditório, um evento realizado por uma empresa do Rio de Janeiro, a MED GRUPO, no horário compreendido entre 17h30 e 20h30. Esta empresa atua na área de pós-graduação médica, no entanto o evento não pode ser realizado, pois às 18 horas houve falta de luz em período de aproximadamente 2 horas, não havendo portanto mais condições para a realização do curso.
- Isto nos causou um sério prejuízo, bem como para a MED GRUPO, acrescentou Gomes.
Diante deste fato, e muitos outros ocorridos em nossa cidade é que solicitamos ao Procon Campos, que adotasse providências relativas ao pouco caso e falta de interesse da concessionária pela prestação de um serviço de melhor qualidade em nossa cidade junto à Agência Nacional de Energia Elétrica - Aneel.
- O ofício à Secretária Executiva do Procon Campos, Rosângela Tavares, foi enviado no dia 25 de maio deste ano, e a Acic aguarda que tal situação possa ser resolvida da melhor forma e o mais rápido possível, para que os comerciantes não sofram mais com as interrupções de energia – concluiu Gomes.

ASCOM ACIC
Data: 22/06/2015

Foto: Divulgação

ACIC propõe à Prefeitura maior elasticidade para pagamento de débitos municipais

Em face do momento econômico que o país atravessa com a alta de tributos administrados pelo governo federal, a ACIC – Associação Comercial e Industrial de Campos-RJ, solicitou à Prefeitura Municipal de Campos dos Goytacazes que altere de 36 para 60 meses, o prazo para que as empresas comerciais e indústrias sediadas nesta cidade possam sanar seus débitos para com a municipalidade.
No entendimento desta entidade, as empresas não estão conseguindo sanar seus passivos financeiros, uma vez que elas ainda não se adequaram a nova realidade econômica vivida no país. Periodicamente o governo federal vem permitindo o aumento das taxas de juros bancários e outros tributos como energia elétrica, telefone, água e esgoto, combustíveis, etc.
Para o presidente da ACIC, Amaro Ribeiro Gomes, a elasticidade solicitada irá contribuir para que as empresas possam planejar da melhor forma, o ativo e o passivo da empresa.
- A mudança do prazo de pagamento dos tributos municipais de 36 para 60 meses, fará com que as empresas tenham condições de planejar melhor o financeiro. Uma vez que os impostos federais e estaduais são altos, a diminuição da carga tributária municipal permitirá que o comerciante ou o industrial tenham fôlego para continuar com seu empreendimento, afirmou o presidente.
Diante do exposto a ACIC espera que a Prefeitura Municipal de Campos sensibilize e torne viável o cumprimento das obrigações e, ao mesmo tempo contribuir, para que as empresas sediadas na cidade possam permanecer em atividade colaborando para o desenvolvimento econômico e social de Campos dos Goytacazes.

ACIC – Ascom - (22) 2723-5174 / 2722-7099

ascom@acicampos.org.br